Santa Maria atua na preservação do meio ambiente no Noroeste do ES

A economia verde é uma tendência mundial. Mais do que um modismo, o cuidado com os impactos ambientais é um fenômeno, conforme o estudo Tendências Mundiais e Nacionais com Impacto na Indústria Brasileira, que foi usado como subsídio para a elaboração do Mapa Estratégico da Indústria 2018-2022.

De acordo com a pesquisa, “está em curso uma corrida tecnológica entre países para o desenvolvimento de fontes de energia renovável e novas oportunidades de atuação na chamada economia verde”. Além disso, “verifica-se uma crescente mudança nos padrões de consumo, com consumidores mais preocupados com os impactos ambientais dos produtos e seus processos produtivos”.

Seguindo esse movimento, a Empresa Luz e Força Santa Maria, que fornece energia para 11 municípios do Noroeste do ES, realiza vários estudos e ações com objetivo de preservar o meio ambiente, com execução de programas de educação ambiental, separação e correta destinação de seus resíduos, análises da qualidade da água, conservação da fauna, recuperação de áreas degradas, entre outras.

Uma dessas iniciativas está ligada ao ecossistema dos rios, já que o aproveitamento hidrelétrico feito pela empresa modifica os habitats aquáticos e, portanto, afeta a fauna de peixes.  Conhecer como essas alterações ocorrem é fundamental para realizar medidas que abrandem os efeitos negativos, o que é feito através dos estudos de impacto ambiental e dos monitoramentos de peixes.

Já foram capturados 577 exemplares de peixes, representando 23 espécies no Rio Pancas e 18 espécies no Rio Santa Maria. Com a coleta, também é possível avaliar a ocorrência de espécies exóticas, raras e/ou ameaçadas de extinção na região, além de propor ações de conservação e manejo dos peixes, se necessário.

A Santa Maria desenvolve atualmente três programas de recuperação de áreas degradadas e já concluiu um projeto. Assim, somando a efetivação das quatro áreas restauradas serão plantadas mais de 14 mil mudas de espécies arbóreas nativas, na sua área de atuação, contribuindo assim para a conservação do meio ambiente e a melhoria dos aspectos paisagísticos das regiões.

Outro desafio para a preservação do meio ambiente são os resíduos, que representam um problema ambiental mundial, já que geram desperdício de matérias primas e seu acúmulo na natureza pode gerar vários problemas graves. Por isso, a gestão correta de resíduos é fundamental para a preservação do meio ambiente. Todas as unidades da Santa Maria seguem planos de gerenciamento de resíduos, que determinam a forma correta de coleta, separação, armazenamento e descarte dos mesmos.

A água é o elemento base da atividade hidrelétrica, que gera energia elétrica a partir da energia mecânica que vem do movimento da água. Se não forem bem gerenciadas, as atividades das usinas hidrelétrica podem alterar a qualidade da água. Por isso, a Santa Maria monitora bimestralmente os dados de vazão e trimestralmente os dados de qualidade.

Além disso, a Santa Maria vem realizando programas de educação ambiental nas usinas desde 2015, além da realização de palestras anuais dentro da sede da empresa, alcançando funcionários de todos os setores. “Somos uma empresa consciente e por isso incentivamos que todos os nossos cerca de 300 colaboradores também apoiem essa causa”, afirmou o assessor de diretoria, Henrique Coutinho.

Buscar Notícias

Últimas postagens